22/02/2017

Depois do protesto que houve no ano passado média volta a ser 5

Nenhum comentário :

  No ano passado a cidade de São Gonçalo dos Campos havia adotado o método de usar 3 ciclos ao invés de 4 unidades, usar recuperação paralela e a média 6 ao invés de 5 com isso o aluno deveria obter no mínimo 18 pontos no total para ser aprovado sem recuperação, mas no final do ano letivo de 2016, se você me permite, os “desinteressados” fizeram um protesto para que a média voltasse a ser 5, agora pense comigo se estes estudantes acham de verdade a média alta eles teriam protestado no início do ano letivo e não no final, depois que perderam. Acho que a média deveria continuar sendo 6 e em breve até o máximo 2019 aumentasse para 7 porque com isso os alunos ficariam mais preparados quando forem para a universidade porque se você está acostumado a ser aprovado com 5 ou pela recuperação ( as vezes sem ter o conhecimento) quando você chegar na universidade e se deparar com a média 7, você certamente não conseguiria sua aprovação, por causa de coisas como estas alunos de São Gonçalo não passam da 2ª fase ou raramente conseguem uma medalha e poucos quase nenhum alunos com 12 ou 13 anos nas escolas públicas de São Gonçalo dos Campos fazem o Enem para se preparar para o futuro, tive notícia que apenas um aluno da escola pública de São Gonçalo fez o Enem e soube que foi no ano passado, mas o resultado dele por ele estar treinando do será divulgado no dia 20/03 quando recebermos o resultado faremos uma publicação. Sugiro que se alguém também apoiar que volte a média 6 que marque um protesto que terá nosso apoio para divulgação deixe data, hora e local nos comentários ou contate-nos pelo Facebook Messenger clicando aqui. Sem falar na infraestrutura das escolas que está precária, mas nosso atual prefeito e a secretária de educação na segunda-feira visitou a Escola João Thiago e falou um pouco das reformas que serão feitas lá e nas outras escolas municipais entre elas a climatização das salas de aulas, pintura e outras melhorias e ainda tem o salário dos professores que segundo o prefeito é de 3.000 por 40 horas semanais de trabalho (acima do piso), mas o prefeito diz que não vai diminuir os salários dos professores e sim fazer com que o governo mande mais verba para educação de São Gonçalo dos Campos.

*Ao Sugerir qualquer edição você irá nos ceder todos os seus direitos autorais

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ao acessar e comentar em nossos serviços você concorda com a nossas Politicas de privacidade e com nossos Termos de Uso

Fique por dentro das novidades