21/01/2017

Após Davos, Meirelles acredita em crescimento maior do Brasil

Nenhum comentário :
        Alan Santos/PR
Para o ministro da Fazenda, medidas tomadas pelo governo criaram as condições para atrair investimentos para o Brasil
Para o ministro da Fazenda, medidas tomadas pelo governo criaram as condições para atrair investimentos para o Brasil

Ministro da Fazenda participou do Fórum Econômico Mundial, na Suíça. Reformas feitas pelo governo geraram "grande interesse" de investidores internacionais


O “grande interesse” internacional gerado pelas reformas micro e macroeconômicas do governo federal, durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), fizeram o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, retornar ao Brasil otimista. Ele projeta que a combinação de investimentos estrangeiros e medidas estatais farão o País crescer mais.
A previsão inicial do governo é de que o PIB cresça 1% em 2017, número que deve ser revisado nos próximos dias, depois de uma retração de aproximadamente 3,5% no ano passado. “O Brasil vai crescer, este ano de 2017, e vai crescer mais nos próximos anos, a taxas superiores àquilo que se planejava”, disse.
Em entrevista ao Portal Planalto, o ministro da Fazenda afirmou que as medidas tomadas até agora têm gerado um aumento da confiança de investidores internacionais no Brasil. “O Brasil, de fato, foi um objeto de grande interesse em Davos. Isso nos dá confiança de o que o Brasil vai voltar a ter um grande volume de investimentos”, avaliou.
Ele explicou que investidores adiaram projetos no Brasil nos últimos anos em função do cenário político-econômico. Agora, com a estabilização institucional e as medidas para gerar empregos e retomar o crescimento, esses planos começam a ser retomados.
Medidas econômicas
Na visão de Meirelles, a melhora do cenário para empresários e investidores é possível por conta das medidas que têm sido tomadas pelo governo para reorganizar a economia e torná-la mais dinâmica e menos burocrática. Como, por exemplo, a simplificação do sistema para abertura e fechamento de empresas e o crédito para empreendedores.
“O importante é que o Brasil está tomando as medidas necessárias, esperadas há muito tempo”, afirmou. “O trabalho que está sendo feito é muito mais abrangente do que as pessoas entendem em um primeiro momento. Em resumo, o Brasil vai crescer mais, vai gerar mais renda para a população e melhor padrão de vida no futuro”, argumentou.
Fonte: Portal Planalto

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Ao acessar e comentar em nossos serviços você concorda com a nossas Politicas de privacidade e com nossos Termos de Uso

Fique por dentro das novidades